AIDS/DST


FOTOS DAS DSTs

Mais informações em Cipa, Sipat e Prevenções

São muitos os riscos desta vida, previna-se de alguns usando camisinha. Afinal trata-se da sua vida!

O que significa Aids?
   É uma doença provocada por um vírus chamado HIV, que pode ser encontrado no sangue, na baba que sai antes da ejaculação, no esperma, na secreção vaginal e no leite da mãe contaminada. Este vírus reduz o número de glóbulos brancos do corpo, enfraquecendo as defesas do organismo contra as outras doenças. 
   A pandemia de Aids atinge pessoas em todo o mundo e estima-se que mais de 40 milhões de pessoas estão infectadas. Por isso pratique sexo somente com camisinha e nunca compartilhe seringas ou agulhas. Agindo desta forma você estará se protegendo e protegendo quem transa com você. O HIV pode ficar incubado em nosso organismo e não produzir sintomas.
   A pessoa soropositivo, portadora do vírus da Aids, deve se prevenir para evitar a recontaminação que pode agravar seu estado de saúde. Por esse motivos a camisinha é tão indispensável.

Você já parou para pensar no seu grau de vulnerabilidade ao HIV?

   O HIV, vírus causador da Aids, é transmitido através do contato com sangue contaminado ou nas relações sexuais sem camisinha. Mas a camisinha não nos protege somente da Aids, mas também das DSTs. Ele também pode ser adquirido nas transfusões de sangue, aplicações de hormônios e silicone feitas sem material esterilizado.


O que são DST e AIDS?

   As DST (doenças sexualmente transmitidas) são doenças que podemos pegar quando transamos com alguém sem camisinha . As vezes, essas doenças não apresentam sintomas, e algumas delas como a Aids, podem prejudicar seriamente a nossa saúde. Uma relação estável com o(a) parceiro(a) não é garantida contra as DST/AIDS. 


As DSTs mais conhecidas:

Gonorréia (esquentamento, corredeira) e Clamídia:

   Você só pega estas doenças através das relações sexuais sem camisinha. São corrimentos amarelados (gonorréia) ou esbranquiçados (clamídia), seus sintomas são: saída de pus pelo pênis ou vagina e dificuldade para urinar. Nas mulheres (classificado também como corrimentos cervicais), quando não tratados, podem causar infecções nas trompas e ovários. A maioria das mulheres infectadas não apresentam sintomas, podendo ter corrimento vaginal sem cheiro e sem coceira. Nas gestantes, podem ser transmitidas no parto, causando cegueira no bebê. 

   Tanto a gonorreía quanto a clamídia , quando não tratadas, podem causar esterilidade e até a morte.

Corrimentos Vaginais (Tricomoníase, Vaginose Bacteriana e Candidíase)

Tricomoníase
   Trata-se de um corrimento amarelado ou esverdeado, seguidos de coceira e dores no ato sexual. Quando é constatada a infecção, o parceiro, mesmo não apresentando sintomas, necessitam também fazer o tratamento.
Vaginose Bacteriana
   É um corrimento branco-amarelado não muito intenso; cheiro ruim ("peixe podre"), principalmente depois do ato sexual ou no final da menstruação.
Candidíase
    É um corrimento de cor branca, tipo leite coalhado, provoca uma coceira intensa e ardência durante o ato sexual e irritação nos órgãos genitais.


Sífilis:

   Inicia com ferida no pênis, boca ou anus, que desaparece em uma semana mesmo sem tratamento. Quando não tratada a doença se instala no sangue e pode ter outras complicações. A Sífilis é caracterizada em 3 estados: primária, secundária e terciária. 

·  Na primeira fase, apresenta feridas indolores nos órgãos genitais, acompanhada de íngua na virilha. Os sintomas surgem de 1 a 12 semanas após o contágio, mas em algumas pessoas infectadas não apresentam sintomas.

·  Na segunda fase, apresenta manchas pelo corpo, principalmente nas palmas das mãos e plantas dos pés. Os sintomas surgem até 6 meses após o contágio. Não coçam, mas podem surgir ínguas pelo corpo. 

·  Na terceira fase podem ser afetados pele, coração, ossos e cérebro, podendo levar a morte. Ocorre vários anos após o contágio.


   Sífilis Congênita, transmitida ao bebê, durante a gravidez, o bebê pode morrer (aborto ou parto prematuro) ou nascer com defeitos físicos.

Tomar benzetacil sem receita médica pode esconder a doença.

Cancro mole (cavalo):

   Inicia-se sob forma de feridas dolorosas e com pus no pênis e no anus, que com o tempo tornam-se maiores. Podem aparecer caroços na virilha, que rompem e soltam pus. Ë mais comum nos homens.


Herpes genital:

   São pequenas bolhas que aparecem nos órgãos genitais, que provocam ardência, vermelhidão e coçam. Essas bolhas agrupadas se rompem formando feridas dolorosas. As feridas podem durar de 1 a 3 semanas e desaparecem, mesmo sem tratamento. A pessoa continua infectada mesmo depois do desaparecimento dessas feridas.


Linfogranuloma venéreo

   Ferida nos órgãos genitais que muitas vezes não é percebida e desaparece sem tratamento. Depois surgem caroços na virilha, que se rompem e soltam pus.


Donovanose

   Começa com caroço, em seguida forma uma ferida que cresce em volume e extensão. Não dói e não tem íngua.


Condiloma acuminado(crista de galo)

   Inicia-se com pequenas verrugas não dolorosas, isoladas ou agrupadas nos órgãos genitais e/ou no anus. Crescem mais rapidamente durante a gravidez e em pacientes com imunidade deprimida.Quando não tratada se multiplicam podendo predispor ao câncer do colo uterino ou do pênis. 

Algumas pessoas podem estar infectadas e não apresentar as verrugas.


O que é o teste anti- HIV?

   O teste vai determinar se você teve contato com o vírus HIV. Somente o profissional de saúde tem condições de analisar o resultado e dizer se você está ou não contaminado. Este teste deve ser feito a cada 6 messes se você não tem parceiro fiquiso e não usa camisinha.


Garoto/Garota, vamos conversar?

   Muitas das vezes as garotas se pegam se perguntando: Eu confio nele, mas não estou a todo momento por perto? Se eu pedir camisinha na primeira transa, ele vai achar que saiu com todo mundo?

   Apesar de tantas duvidas, não fique na duvida de se proteger na hora da relação sexual, pois é a sua saúde que esta em jogo. Lembre-se, existe também a camisinha feminina, não espere seu parceiro tomar a atitude, decida por você e por ele. 

   Mas não são apenas as garotas que tem duvidas, os garotos também tem suas duvidas. Algumas delas são: Essas doenças são mesmo perigosas? Será que eu vou realmente pegar se eu transar sem camisinha?

Tenho medo de na hora h eu não saber colocar? E se eu interromper na hora h ela pode não engravidar?

Não se esqueça que a camisinha não só protege de uma gravidez indesejada, como também das DSTs/Aids.

Camisinha, amizade, sexo, respeito e amor são coisas boas. Mas todas juntas é muito melhor. O uso da camisinha é uma responsabilidade de ambos, onde um ajuda e estimula o outro.


Conversando a gente sempre se entende, e você, vai encarar esta?

JOVENS NÃO TÊM CONHECIMEMTO SOBRE AIDS.

   Um relatório divulgado pela ONU (Organização das Nações Unidas) mostrou dados alarmantes sobre a relação entre jovens e Aids : A grande maioria dos jovens do PLANETA não sabem como o HIV é transmitido ou como fazer para se proteger-se da doença.

   Realizado em parceria com Unicef, a Unaids e a OMS, o documento Jovens e HIV/Aids :Oportunidade em crise, investiga o comportamento e o conhecimento dos jovens (entre 15 e 24 Anos) em relação ao HIV/Aids e indica que a adolescência é a época em que a maioria das pessoas começa sua vida sexual.

Carol Bellamy, diretora executiva do Unicef, aponta duas tendências:

A de que o mundo precisa aceitar que os jovens fazem sexo (pré – condição para o estabelecimento de campanhas de prevenção eficazes direcionadas especificamente para essa faixa etária);

E de que é preciso reconhecer que os jovens realmente não tem o conhecimento adequado para proteger a si mesmos.


SERÃO 25 MILHÕES DE ORFÃOS EM 2010

A Aids pode deixar 25 milhões de crianças órfãos no mundo, de um ou ambos dos pais, no final desta década.

   Os tristes dados foram divulgados durante a Conferencia Mundial de Aids. Em 2010, quase 6% de todas as crianças da África estarão órfãs devido a Aids, de acordo com o relatório do Uniaids e Unicef.

“Em paises pobres, a primeira estratégia parar solucionar as questões de crianças afetadas pela Aids é manter os pais vivos”, disse Jacqueline Bataringaya, da organização Action Aid, em resposta ao relatório.


Transmissão materno - infantil

O QUE VEM A SER A TRANSMISSÃO MATERNO INFANTIL?

   É quando a mãe ,contaminada pelo vírus da Aids, transmite o vírus para o bebe. Esta transmissão se dá na hora do parto e no aleitamento materno, pois o leite da mãe contaminada também está contaminado.

   Por isso o pré-natal é tão importante durante o tempo de gestação, durante o pré-natal a mãe vai fazer os exames de Anti-HIV e o VDRL para saber se ela tem sífilis. Essas duas doenças podem ser tratadas durante a gravidez, de modo a não serem transmitidas para o bebe. 


MAMÃE, LEMBRE-SE QUE A SAÚDE DE SEU BEBE DEPENDE SOMENTE DE VOCÊ 

Como se pega Aids:

· através do sexo anal, oral e vaginal sem camisinha

· recebendo sangue contaminado nas transfusões

· no uso de seringa e agulhas com pessoas contaminadas

· da mãe para o filho na hora do parto ou aleitamento 


Como não se pega Aids:

· Usando sempre camisinha, não importando com quem ou aonde

· Usando seringas e agulhas descartáveis nas aplicações de hormônios, silicone ou tatuagens

· No abraço, beijo, carinho,masagens, lambidas pelo corpo, afagos, etc...

· Exigindo sangue testado nas transfusões de sangue


Bate papo informal :

Você Sabia ?

   Que a contaminação para parceiros fixos tem aumentado muito nos últimos tempos ?

   É, infelizmente a contaminação para mulheres casadas a mais de 5 anos tem aumentado perigosamente. Mães de filhos adolescentes estão sendo contaminadas pelo seus maridos, por acharem que seus maridos são fiéis.

   Mas descobrem que houve a traição quando, por motivos de doenças, vão ao médico e descobrem que já são portadoras do vírus da Aids, ou pior, já são doentes de Aids. Não é porque você é fiel a ele(a), que ele(a) é fiel a você.

   Por isso tenha uma conversa franca com seu parceiro(a), se por um acaso você tiver duvidas da fidelidade dele(a), exija camisinha, é um direito e um dever seu, afinal é a sua saúde que esta em jogo.

   As mulheres não devem se envergonhar de exigir o uso de camisinha, afinal é a sua vida que esta em jogo. Caso haja duvidas sobre sua possível contaminação, procure ajuda nos postos de saúde de seu bairro, e faça o teste anti HIV, ele pode salvar sua vida.


O já portador:

Se você é portador do vírus ou é um doente de Aids não se sinta excluído da sociedade.


   Você tem todos os direitos e deveres de uma pessoa não portadora, não se deixe ser discriminado. Existe uma lei que condena a discriminação do portador do hiv/Aids.

Você tem direito a trabalho, lazer, constituir família, cuidar de sua saúde, enfim, você é uma pessoa igual as outras só necessita de alguns cuidados.


O portador/dependente químico:

Se teu caso é esse lembre-se que a sua adesão ao tratamento por retrovirais só depende de você.

O álcool ou qualquer outra droga quebra esta sua adesão, os medicamentos já não vão Ter o mesmo efeito em seu organismo.

E com certeza você não vai tomar sua medicação nos horários certos.

Lembre-se que hoje em dia a Aids não mata mais com a mesma facilidade de alguns anos atrais, o que leva a morte do soro positivo é o uso abusivo de drogas e a vida desregrada.

Por isso de um tratamento especial a sua vida, a clinicas que cuidam e dão tratamento ao soro positivo com dependência química.

Prolongue sua vida, faça um tratamento para se libertar das drogas. 


O casal com HIV deve usar camisinha

Casais em que ambos dos parceiros estão infectados com o vírus da Aids devem usar preservativos nas relações sexuais para evitar a infecção por uma outra cepa (tipo) de HIV.

‘’Embora não existam dados definitivos, há fortes evidencias de3 que alguém poderia ser infectado com o vírus e ainda ficar ‘superinfectado’ com outro’’, afirmou Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doença Infecciosas dos Estados Unidos, durante a Conferencia de Barcelona.

O pesquisador apontou casos nos quais as pessoas infectadas conseguiam controlar a Aids até receberem um segundo vírus, ao ponto de Ter a saúde deteriorada .

O paciente pode suprir um tipo de HIV se o perfil genético permitir que o sistema imunológico reconheça proteínas características nas partículas do vírus infectante.

No entanto, se ele for infectado uma Segunda vez, o sistema imunológico pode não responder bem as proteínas desse vírus. 


E se seu amigo contrair o hiv/Aids?

VOCÊ DEVE CONTINUAR A SER AMIGO DELE.

Rua Sebastião Thiago Guilherme, n° 72 - Parque Imperial Barueri/Osasco SP Fone: 3696-2264 - 4195-2129